Estão sempre comigo

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Estojos Escolares em Tecido

Uma amiga professora me perguntou se eu tinha estojos escolares pra doar pros seus alunos, pois com o inicio do ano letivo muitos deles sequer tinham condição de comprar um pra si. 

Eu tinha, uma única peça, então juntei uns tecidinhos que eu tinha, que dariam uma linda peça, e fiz mais um tantinho pra alegrar a vida dos amados alunos dela. 

Eu adorei ter feito, ela adorou ter recebido e disse que os alunos adoraram as peças, que fizeram sucesso. Que bom ne gente. Faz bem pra alma essas coisas. 





quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Pasta Universitária em Tecido



Então as férias acabaram e minhas amadinhas Máquinas de Costura já estão à todo vapor para mais um ano que se inicia. Espero que eu e todas artesãs que amam essa arte tenhamos um ano bem produtivo. 

Minha primeira arte do ano foi esse case porta tudo para estudo, rs, sim, porta tudo ne, porque da pra carregar tanta coisa numa única pasta. 

Essa fiz para quem carrega tablet ou notebook para seus estudos, então o fato da peça ter vários espaços possibilita ao estudante carregar tudo o que precise. 

Eu curto muito  o Canal Arte de Paninho no Youtube, lá a Rosemary nos ensina coisas maravilhosas e foi de lá que tirei a vídeo aula de mais essa peça. La tem tudo, medidas, como fazer. Bem prático!!! 







quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

As Historias do Patchwork e a Minha Historia com o Patchwork #4

Na postagem anterior, mencionei duas das minhas professoras conhecidas favoritas brasileiras, nesse aqui vou mencionar 5 das gringas que sempre vejo videos, e mesmo entendendo bem pouco de inglês, consigo me virar vendo seus videos. Igual receita de croche em japonês sabe gente rrss, não precisa ler japonês, basta saber ler o gráfico, é igual. No patch é a mesma coisa, basta entender de corte e costura de tecido que o resto da pra se virar bem rrss. 

Pensa pegar um livro desse. Cheio de bloco lindo, cheia de ideia pra por em prática. Os olhos brilham só de pensar rs







Uma delas é Loretta Isabel Leitner ou Nancy Cabot. Nancy foi uma artesã la do começo dos anos 30, que tinha uma coluna no Jornal Chicago Tribune onde apresentava um bloco de patch, sua execução, sua historia a cada nova publicação. Fico pensando na cabeça dessa mulher la naquela época, pensa gente rrs.  Toda vez que Pesquiso Blocos Dela pela net fico doidinha. Quero fazer todos. Agora fiz um caderno desenhando Blocos e mais Blocos pra quem sabe um dia eu colocar em execução. rrss  











Outra artesã, que faleceu esse ano e muito ensinou e tinha a ensinar era Nancy Zieman. Teve um programa chamado  Sewing With Nancy . No Canal do Youtube tem muitos, muitos videos mesmo sobre essa arte maravilhosa. 

Cada vídeo assistido é uma viagem e como sempre pela Net tem muitas fotos de trabalhos

Nancy escreveu mais de 40 livros sobre costura. mas pelo que li sobre ela não eram so sobre Patch e Quilt seus livros viu gente, sobre costura de maneira geral. 


Tem mais 3 artesãs que sigo no Youtube, onde seus canais são muito úteis pra quem ama Patch 
Uma é Eleanor Burns e seu programa Quilt in a Day. Eleanor tem uns Videos bem bons no seu Canal, muito bloco lindo . 

Outra é Jenny Doan,  e seu canal no  Youtube tambem tem coisa boa a beça. 

E outra que adoro é o canal da Teresa DownUnder, no Canal dela, ( que ja vi absolutamente todos os vídeos ), a idéia são vídeos rápidos, não chegam a 6 minutos, montando blocos lindos, com costuras rápidas que podem fazem com que qualquer pessoa que ame costura e tenha uns tecidinhos em casa e o material necessário possa fazer Patch. 

Como eu ja mencionei em outros posts, as informações que aqui coloco, estão disponíveis pela net viu gente, então se alguma coisa que coloquei aqui estiver errada, aceito demais sua ajuda ta rs. 

Até a próxima!!!!!




Fonte de Pesquisa 
          Google 

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

A Historia do Patchwork e a Minha Historia com o Patchwork #3

Nessas minhas buscas e aprendizado sobre o Patchwork, vou vendo novos videos, encontrando novas matérias em blogs, sites e conhecendo novas ( não tão novas assim) no mundo do Patchwork.

Geralmente quando as descubro elas ja tem mais anos de Patch do que eu de idade, ou quase isso, rrss, então minha busca por novas informações dessas mestras ficam sempre sem fim.

Algumas dessas mestras vou mencionar aqui e falar só um pouquinho delas, porque a historia delas com o Patch é muito vasta.

Aqui nas nossas Terras Brazilis temos muitas professoras maravilhosas, mas quando descobri o mundo do Patch duas saltaram aos meus olhos, por ve-las em programas de TV, por ver seus vídeos bombando nos blogs e pelo Youtube.


Eliana Zerbinatti é a famosa Tia Lili, uma fofa, educada, super didática, eu não a conheço pessoalmente, mas tenho a nítida impressão que ela é tão simpática e educada quanto nos mostra em seus vídeos.

Tia Lili ensina técnicas de Patchwork, nos contando, alem de como executar um bloco, montar uma peça, um pouco da historia daquele bloco, daquela peça. Sempre com muita paciência, seus videos ( que as vezes são longos) me fazem sentir sentada no ateliê dela aprendendo cada vez mais. Sua Loja Virtual Pano Xadrez tem tanta coisa linda que da pra enlouquecer quando navego por lá rs ( sempre que posso to eu la comprando suas coisas lindas )

Pela net existem muitas fotos de suas peças, muitos videos de suas aulas ( eu sou muito fã e seguidora do seu Canal no YouTube , porém um dos Blocos que eu mais amo que ela faz é  o Jardim da Vovó. Um dia ainda farei uma Colcha pra mim só com esse motivo



Outra Mestra que me inspira muito é, claro, a Ana Cosentino. Todos os vídeos dela me deixam babando, sua precisão na construção de técnicas, blocos e peças me fazem querer aperfeiçoar cada dia mais o meu trabalho, me inspirando mesmo nas suas peças maravilhosas.

Seu Canal no Youtube tem muitos vídeos, muitas dicas, muitas peças pra gente, alem de ficar doidinha querendo fazer tudo, aprender e aprender cada vez mais. 
Na sua Loja Virtual tambem tem muita coisa boa pra gente suspirar e querer ( eu tenho uma porrada de coisas dela, livros, revistas, régua, DVDs, se o dinheiro der, to eu la rrss ). Pela Net tambem, tem muita obra de arte dessa querida, que nunca se nega fazer uma foto, sempre para pra das atenção pras suas fãs ( eu já a encontrei em algumas oportunidades ) 



Essas são as duas brasileiras que sempre to de olho, mas sigo muitos, muitos blogs de professoras que ensinam essa arte maravilhosa viu gente. Tem dias que me ponho em frente ao computador e passo o dia só aprendendo, pesquisando, vendo vídeos, porque como eu ja disse, nunca me canso de buscar mais e mais conhecimento, e um dia, chego la, la naquele lugar onde ao olhar meu trabalho fique feliz por ter melhorado, por ter aperfeiçoado, por ter orgulho de caminhar e meu olho clínico pensar, é, demorei, mas cheguei. To trabalhando pra isso.

E para que esse posta não fique imenso, vou fazer outro com as mestras gringas que me inspiram.

Até  a próxima !!!!!

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

A Historia do Patchwork e a Minha Historia com o Patchwork #2

Muita gente confunde, ou acha que é a mesa coisa a famosa Colcha de Retalho com o Patchwork. é e não é ta gente. Conceitualmente é, ja que a palavra significa pedaços/ trabalho. 

É claro que quando unimos os retalhos, geralmente, ficamos atentas às combinações, padrões de estampa, ou não né gente, cortamos la quadrados coloridos de tamanhos iguais ou diferentes, unimos à mão ou à maquina e montamos a colcha, ou pegamos qualquer pedacinho de tecido e criamos a Técnica Crazy, e pronto, da pra se montar o que quiser ( eu mesma fiz uma colcha usando a técnica Crazy e aproveitei absolutamente todos os pedaços de tecido que eu tinha.  

Imagem da net ( sonho fazer uma dessa )
Se você é a artesã me avise que com toda certeza darei o devido crédito 

Antigamente, sem o dominio da técnica, qualquer pedaço poderia ser unido, com qualquer formato, e não só para fazer colchas, para peças de vestuario, decoração e etc. Hoje em dia, as colchas de retalhos são bem diferentes do que eram naquela época. Então mesmo com a ideia de parecer ¨de retalho¨, a gente ve o cuidado na execução, o cuidado nas costuras, no acabamento, entre outros pontos. 

Agora o que podemos fazer é sim, montar um lindo bloco usando retalhos, Foundation, Log Cabin, Nine Patch são alguns dos blocos que podemos usar com bastante frequência os retalhos. O planejamento é algo primordial para a execução de qualquer bloco de patc e de acordo com a querida Professora Ana Cosentino, qualquer desenho pode virar um bloco de Patch, e é simples... fotografe um desenho, jogue-o numa malha quadriculada e pronto, pense, calcule, estude e execute mais um lindo bloco. 
Imagem net ( não encontrei o nome da artesã) 

Claro que existem as mestras americanas, que ha anos fazem isso e nos ensinam, nos mostram como fazer, assim como as mestras brasileiras, e, por isso que falo que quanto mais estudo sobre isso mais quero estudar, mais tenho que aprender e mais quero aprender. 

Quem faz ou ja viu alguém fazer sabe que para se ter um bom e perfeito bloco, não importa que de retalho ou de tecido novinho, é preciso precisão no corte, tecido bem passado, perfeita e igual margem de costura em todos os passos, para que no final, fique quase perfeito ( eu não acredito na perfeição única, mas acredito que toda artesã sempre fará o seu melhor ) 


Esses dois exemplos são muito típicos e claros, são retalhos, mas ate mesmo para retalhos existe um padrão. O primeiro modelo é bem Crazy e o segundo segue um padrão, fica harmonioso e muito bonito, então deixa de ser uma simples colcha de retalho, para se tornar uma bela colcha de retalhos. 

Eu me apaixono, por cada foto que vejo, cada peça, cada técnica que as artesãs usam, me apaixono pela arte, independente da peça. 

Foto da Artesã Rosele Colchas 

Foto do Site Vila do Artesanato 



Fonte de pesquisa
Site : www.tear de retalhos.com.br 
Imagens : Google, Elo 7, Pinterest

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

A historia do Patchwork e a Minha Historia com o Patchwork #1


Quando eu era uma menina, minha avó materna dizia que mulher que não tinha máquina não era uma mulher que prestasse como ¨Do Lar¨ . E eu, como boa boca grande que sou, dizia, ¨Vó que coisa mais antiga isso, eu sou uma mulher e não tenho nenhuma maquina e Deussss me livre ter alguma¨. Ai paguei minha lingua viu gente, hoje tenho 6,  mas to sempre de olho em mais alguma rrss. Sou total e completamente apaixonada pelas minhas filhinhas de ferro, que me auxiliam na execução de pequenos e grandes projetos, que me fazem perder a noção do tempo quando estou sentada diante delas. 

Então, há pelo menos 10 anos, quando comecei a costurar pra valer, porque antes não me chamava a menor atenção sentar numa maquina de costura viu gente, fui fazer um curso de corte e costura, porque como fazia crochê e trico, queria aprender a fazer um bom acabamento nos forros. Ai me apaixonei pela arte de montar e criar peças. Fui fazer curso de Modelagem Industrial, e a costura nunca mais saiu da minha vida. 

Até que um dia, bati de frente com o Patchwork, e cai de amores de verdade por essa arte. Sim a Costura Criativa me cativa, mas  o Patch me deixa feliz, concentrada, apaixonada mesmo, pelo corte, costura, recorte, recostura de todos os tecidos. Parece coisa de maluco ne, mas o ato de cortar um tecido ja costurado, criando outra coisa, outro desenho, me deixa sempre, sempre com um sorriso no rosto, porque adoro essa junção de pedacinhos, esse encaixe de quadrados, triângulos e outras formas geométricas que formam desenhos lindos. E técnicas, ah essas técnicas, esses nomes Cabana de Toras, Nine Patch, Foundation, me deixam mais feliz do que criança em noite de Natal quando recebe seu tão esperado presente. 



Dada essa minha Paixão, fiquei pensando como eu poderia montar posts pro Blog que contassem minha historia e o que to aprendendo ao longo desses anos com essa arte linda. Por isso, começa aqui uma série de postagens que falam sobre o Patch. Humildemente vou compartilhando com voces meu amor por essa arte, meu aprendizado, as artesãs que me inspiram, e tudo o que eu me lembre e goste relacionado ao Patch e ao Quilting é claro, que com certeza vou falar mais pra frente. 

Vou inaugurar os Posts falando um pouco cobre a Arte do Patchwork. O que é, onde surgiu, porque surgiu... Algumas informações que fui buscar para meu próprio conhecimento que resolvi compartilhar com voces. 

A Palavra PATCHWORK é de origem inglesa e Patch = Retalhos e Work = Trabalho.. e alguns realmente dão muitoooo trabalho viu gente, mas o resultado final compensa demais. 

Tem-se noticia de que essa técnica é utilizada desde que o homem aprendeu a tecer, la por meados de 3.400AC ( pensem há quanto tempo né gente). E nessa união de pedacinho aqui e pedacinho ali, cobriam-se reis, rainhas, faraós, civilizações inteiras. 

Pelas minhas pesquisas, diz-se que foi na Europa que a historia atual do Patchwork começa. Durante as guerras usavam as mantas para proteger os soldados do frio e dos machucados que adquiriam pelo peso das armaduras, e como as mulheres passavam muito tempo dentro de casa, ocupavam o tempo que tinham, tecendo peças para seus maridos, filhos, e assim ocupavam seu tempo. Nessa união de retalhos, troca de linhas, elas criavam laços com outras esposas e mães que muitas vezes, duravam a vida toda. 

Lembrando que tudo isso era feito manualmente ( fico pensando na lindeza que elas não criavam e teciam pelo tempo que elas tinham  ). Ai com a invenção da máquina de costura ( nossa salvadora da pátria) em meados do século XIX tudo ficou bem menos dificil ne, oboviooooo 

A Grande Depressão na economia americana fez com que o desperdicio não existisse, ou fosse arduamente combatida, então o economizar de tecidos era muito comum entre as artesãs 
Depois  houve uma grande desvalorização da arte, ja que as mulheres se ¨rebelaram¨ com a nossa condição de do lar, e foram às ruas lutar por direitos que desejavamos e arduamente vamos conquistando. 

Atualmente as industrias têxteis desenvolvem tecidos especiais para patchwork todos os anos. Revistas, videos, ferramentas e materiais corretos facilitam muito o trabalho de novas e experientes artesãs. A combinação correta de cores faz com que cada bloco, cada trabalho tenha uma finalização cada vez mais perto da perfeição nesses projetos. 

Euzinha aqui, ao longo dos anos fui aprendendo, aperfeiçoando, melhorando cada vez mais minha técnica, meus encaixes de costura, minhas combinações de tecidos, mas tenho muitoooo o que aprender ainda. E quero muito aprender cada vez mais, porque é um aprendizado sem fim .. e eu adoro estar e ficar o tempo todo pesquisando novas técnicas e blocos e tudo o que se relaciona à esse mundo maravilhoso do Patchwork.

Muita gente se engana achando que pra fazer Patch é preciso de uma máquina especial, cheia de pontos, toda no fricote e nas alturas dos preços pra compra, nãoooooooo, quaquer máquina de costura é capaz de costurar absolutamente tudo. Eu tenho uma Singer igual à essa aqui,e alem de montar todos os blocos para a confecção de 12 colchas de Patchwork no ano de 2016, ainda Quiltei todas elas, pedacinho por pedacinho. ( mas o quilting é pra outro post ;) )  



FONTE PESQUISA

Site : www..pesponto.com

Site : https://pt.wikipedia.org/wiki/Patchwork

domingo, 31 de dezembro de 2017

Feliz Ano Novo !!!

Mais um ano que se inicia, e venho aqui pra desejar 

Mais felicidade que em 2017 

Mais amor que em 2017

Mais generosidade que em 2017

Mais sucesso  que em 2017

E muito, mais muito mais arte em nossa vida, muitas ideias lindas e muita inspiração pra nós, artesãs apaixonadas pela nossa arte 

Happy New Year pra todos !!!






sábado, 23 de dezembro de 2017

Feliz Natal !!!

Mais um ano se foi, e com ele muitas artes novas aprendidas, muitas ideias colocadas em prática ne pessoal. 

Então hoje estou aqui pra desejar um Feliz Natal pra todos que por aqui passarem, que Deus abençoe e proteja cada uma de voces e à todos aqueles que nos amamos. 

Que nossa ceia seja gorda em amor, paz, serenidade, amor ao próximo, generosidade.